Portal de Conferências da UnB, 5th UnB International Conference on Accounting and Governance & 2º Congresso UnB de Iniciação Científica - CCGUnB

Tamanho da fonte: 
Nível de Disclosure das Provisões e Passivos Contingentes de Empresas Brasileiras
Victor Sandeje Dantas Alves

Última alteração: 2019-12-16

Resumo


A Teoria da Divulgação objetiva explicar o efeito no mercado e o incentivo que os gestores tem nas informações divulgadas. Baseado nisso, o presente estudo tem como objetivo verificar o nível de disclosure das informações fornecidas pelas empresas listadas na IBRX-50, bem como, verificar a qualidade dessas informações relacionadas ao provisões e passivos contingentes. Para isso, realizou-se uma análise documental que se fundamenta na apuração das informações fornecidas pelas empresas contidas no Brasil Bolsa Balcão (B3) em suas notas explicativas no período de 2007 a 2013, identificando o nível de evidenciação das provisões e passivos antes e após o Pronunciamento Técnico CPC 25, bem como a qualidade das informações divulgadas. Os resultados indicam que as empresas pesquisadas ampliaram a divulgação dos itens que estão relacionados às provisões e passivos contingentes, principalmente aos relacionados a evidenciação do valor contábil no início e fim do período, para uma melhor comparabilidade. Também é possível observar, que as empresas listadas na IBRX-50 em sua maioria, possuem suas informações auditadas por uma das Big Four e que são listadas no Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada (IGCX). Logo, diante da inserção do Pronunciamento Técnico CPC 25, verificou-se uma aderência das empresas por meio do aumento do nível de disclosure, e qualidade das informações fornecidas, indicadas na transparência proporcionada pelo IGCX e qualidade das empresas de auditoria.