Portal de Conferências da UnB, V Conferência Sulamericana de Contabilidade Ambiental

Tamanho da fonte: 
Educação para a Contabilidade da Sustentabilidade: Investigando o potencial da aprendizagem vivencial em um processo de decisão multicriterial e multistakeholder
Solange Garcia, Ian Thomson, Luiz Antonio Titton

Última alteração: 2017-05-18

Resumo


O objetivo desta pesquisa é desenvolver uma atividade didática para aprendizagem de conceitos de desenvolvimento sustentável em processos de decisão de negócios no âmbito da Contabilidade da Sustentabilidade. A atividade consiste na simulação de um processo de decisão multicriterial com múltiplos stakeholders interessados na exportação da polpa congelada da fruta Assabí, proveniente da floresta amazônica no Brasil, para uma grande rede de supermercados do Reino Unido. Na estória são definidos os interesses dos stakeholders; as alternativas para a negociação a partir da combinação de técnicas de manejo florestal com a aplicação de diferentes níveis de tecnologia e indicadores relacionados com o desempenho econômico-financeiro e com os impactos sociais e ambientais que serão gerados pela implantação de cada alternativa. A estruturação da atividade tem como base os fundamentos teóricos da Experiential Learning Theory (ELT) e do aprendizado em equipe e utiliza a metodologia Multi-Criteria Decision Aid (MCDA). Um teste de aplicação foi realizado com alunos de graduação em Ciências Contábeis de uma instituição pública brasileira, no qual os estudantes vivenciaram o papel dos stakeholders. Os resultados demonstram que a atividade vivencial em equipe pode gerar aprendizado e capacitar os estudantes para lidar com sistemas de informações gerenciais mais abrangentes, que incluem variáveis sociais e ambientais, além das variáveis financeiras.


Palavras-chave


Desenvolvimento Sustentável; Aprendizado Vivencial; Metodologia Muticriterial

Texto completo: PDF