Portal de Conferências da UnB, V Conferência Sulamericana de Contabilidade Ambiental

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE DA QUALIDADE DO DISCLOSURE DOS RELATÓRIOS DE SUSTENTABILIDADE DA EMPRESA BRASILEIRA
Vicente Lima Crisóstomo, Victor Daniel Vasconcelos

Última alteração: 2017-05-18

Resumo


Tem havido um movimento no sentido do aprimoramento dos relatórios de sustentabilidade. A Global Reporting Initiative (GRI) tem tido papel relevante neste processo e já conta com a adesão de muitas empresas em todo o mundo. Este trabalho tem como objetivo propor um índice de qualidade de disclosure e avaliar a qualidade de divulgação de ações socioambientais segundo alguns atributos das empresas. Analisou-se o conteúdo dos itens do relatório divulgado através da GRI considerando o grau de divulgação de cada item do relatório. O índice correspondente à média da soma da pontuação de cada item indica o grau de disclosure do relatório. Faz-se uma análise da evolução do índice para uma amostra de 452 observações anuais de empresas no período 2003-2015. Ademais, compara-se médias do grau de disclosure por grupos de empresas de acordo com alguns atributos. Os resultados indicam que empresas que adotam as diretrizes GRI tendem a ter superior grau de divulgação, assim como também as empresas que divulgam relatórios integrados. De modo similar, empresas de setores com mais elevado impacto ambiental apresentam mais alto grau de conteúdo informativo em seus relatórios de sustentabilidade que as demais. As empresas estariam sendo motivadas pelo interesse em legitimar suas atividades e obter melhoria de reputação e imagem corporativa para aprimorar seus relatórios de sustentabilidade. Adicionalmente, também pode estar havendo um efeito enforcement, principalmente em empresas de setores com mais potencial de agressão ao meio ambiente que tem regulação segundo a legislação ambiental no Brasil.


Palavras-chave


Responsabilidade Social; Sustentabilidade; Disclosure; Conteúdo informativo

Texto completo: PDF